sábado, 24 de setembro de 2016

CONTA-CORRENTE PARA MOVIMENTAÇÃO DE RECURSOS DE PROJETOS NÃO PRECISAM SER MAIS RECÉM-ABERTAS


A Portaria nº 184 de 23 de setembro de 2016, traz detalhes sobre a questão mas não fala do encerramento das contas

Uma portaria publicada pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, na última sexta-feira, (23), determina que o recebimento de recursos decorrentes de seleções para apoio cultural, condicionada a abertura de conta corrente posterior à data da publicação do resultado das seleções, está dispensada. As contas indicadas pelos beneficiários devem ter o proponente como titular e devem estar comprovadamente zeradas, independentemente de serem recém-abertas ou já existentes antes da assinatura do termo de ajuste.

Esta portaria vai facilitar muito os proponentes que já possuem contas correntes, desde que estejam sem saldo, evitando toda aquela papelada para abertura de novas contas. A portaria só não diz se as contas devem ser encerradas após o projeto, já que o TAC exige isso na prestação de contas final.

Entretanto, se o ato convocatório exigir uma nova conta, a portaria diz no artigo 2º, parágrafo único que “no caso em que proponentes necessitem abrir contas novas, os Órgãos e Entidades deverão fixar prazos compatíveis com a normalidade das operações de instituições financeiras. ”


PROJETOS INSCRITOS NOS EDITAIS SETORIAIS SÃO AVALIADOS POR COMISSÕES TEMÁTICAS


Os projetos inscritos nos Editais Setoriais 2016 do Fundo de Cultura da Bahia passam pela semana final de análise de mérito, fase que envolve especialistas de diversas áreas da cultura. O processo foi iniciado no último sábado (17) e segue o cronograma estabelecido, que deve ir até a próxima quarta-feira (28). Depois disso, será divulgada a lista dos pré-selecionados e dos suplentes. Os proponentes selecionados vãos para a fase seguinte, que se refere à entrega dos documentos para os conveniamentos.

Os novos editais do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA) foram apresentados pela Secretaria da Cultura da Bahia no início de julho e as inscrições foram abertas em agosto. São 23 linhas, que somam quase R$ 40 milhões destinados ao fomento de projetos culturais. Entres as novidades deste ano está o volume de recursos direcionado ao segmento Audiovisual que, somado a outras fontes de financiamento captadas pelo governo, chega a R$ 14,5 milhões.

Foram inscritos para essa nova fase mais de 2.600 projetos, de um total de 3.265 enviados, sendo que 2.953 foram cadastrados através do Sistema de Informações e Indicadores da Cultura (Siic) e 312 recebidos via Correios. A fase de análise de mérito é realizada por comissões temáticas. Essas comissões são formadas por especialistas de diversas áreas da cultura, que utilizarão como parâmetros as exigências apresentadas no edital e os interesses das políticas públicas culturais no Estado.

Entre os componentes da comissão temática, que somam 173 membros, muitos especialistas vieram especialmente de outros estados para participar da avaliação. É o caso do jornalista e realizador audiovisual, Adriano de Angelis, estabelecido no Rio de Janeiro e em Brasília, que é um dos coordenadores convidados pela Secretaria da Cultura na avaliação dos projetos na área de audiovisual. Ele já participou de processos similares em Brasília, mas considera os Editais Setoriais Baianos como mais detalhados. “É um processo criterioso, como tem que ser, já que envolve recursos públicos que devem ser investidos em projetos que atendam os anseios da sociedade”.


quarta-feira, 21 de setembro de 2016

“ENSAIO SOBRE UMA TAL DEMOCRACIA”, DE CABEÇA ISIDORO, ESTREIA NO TEATRO MUNICIPAL


Foto: Ana Lee

Sucesso de público e de crítica, o espetáculo musical “Ensaio sobre uma tal Democracia”, volta ao palco no dia 1º de outubro, às 20h, no Teatro Municipal de Ilhéus. Nascido da inquietação provocada pela crise política, social e moral do Brasil contemporâneo, o espetáculo apresenta 15 músicas autorais do cantor e compositor ilheense, Cabeça Isidoro, acompanhado do percussionista, JahGGa.


O artista tem uma longa e rica trajetória musical. Entre participações em grupos musicais, estão as bandas Dr.Imbira, Improviso Nordestino, Mulheres em Domínio Público e Crime Organizado. Há 12 anos atua também no teatro, assinando a direção musical, composição e execução de trilhas sonoras de espetáculos do Teatro Popular de Ilhéus, como: “Lampiaço o Rei do Cangão”, “Os Fuzis da Senhora Carrar”, “Calix Bento”, “O Auto do Boi da Cara Preta”, “Teodorico Majestade - As últimas Horas de um Prefeito”, “Nazareno contra o dragão da maldade”, “ Vida de Galileu”, “1789 - A Revolta dos escravos do Engenho de Santana”, “Lendas da lagoa encantada”, “Medida por Medida”e o “O Inspetor Geral”, muitos do quais já foram vistos por públicos do nordeste, sul e sudeste do país.


Neste mais novo trabalho, que estreou no início deste mês lotando a Tenda Teatro Popular de Ilhéus, Cabeça versa com maestria e irreverência sobre suas mais íntimas inquietudes como cidadão brasileiro em meio aos altos e baixos da “tal democracia”. “Minhas inspirações não foram formais. Bebi da fonte da percepção de cidadãos que sentam nos bares para discutir os últimos acontecimentos políticos, li e discuti poesias e textos de amigos literatos sem, claro, deixar de lado os debates mais acadêmicos que surgiram diante do protagonismo que a democracia teve nos últimos tempos”, comenta o artista.


Os ingressos custam R$20 (inteira) e R$10 (meia) e estão à venda na bilheteria do Teatro. O evento é uma realização da Ativa Ideia Produção Cultural e Comunicação e conta com o apoio do O Criadouro - Comunicação Visual, Baião de 2, Incoveniências, Loja Wense, Livraria Papirus, Corema, Comunidade Tia Marita, Roni Confecções, Biboka Lanchonete, Lumi Plack, Taironny Fotografia e do Cantinho Caipira.

Fonte: Ascom/TM

LIVRO INFANTIL "A MENINA DA VOZ AMARELA" É LANÇADO EM SALVADOR



A escritora baiana radicada em São Paulo, Lulu Lima (foto) vai lançar em Salvador seu primeiro livro em parceria com a Livraria Cultura, A Menina da Voz Amarela.  O evento de lançamento, no dia 25 de setembro, vai acontecer  na Livraria Cultura do Salvador Shopping, às 16h. “Vamos fazer uma onda amarela invadir a livraria Cultura e provocar o riso das crianças. Para mim, lançamento de livro é que nem aniversário: motivo para fazer festa!” revela Lulu, que já coleciona mais quatro títulos lançados pela sua própria editora, a Mil Caramiolas. São eles: “IH! SUMIU O G DO GUIGUI”, também à venda em toda a rede Cultura, “Bruxonices”, “Quem tá aí dentro?” e “GigaPai.”, todos infantis.

Diferente dos lançamentos comuns, neste, o público vai poder mergulhar na história: o espaço vai ganhar uma cenografia especial, vão ter brincadeiras para as crianças descobrirem a cor da voz delas, pirulitos que colorem a boca de amarelo, contação de história feita pela própria autora e autógrafos carinhosos para crianças de 0 a 90 anos. “Eu gosto que adultos e crianças mergulhem no universo da história. E para isso o ambiente tem que estar caracterizado. História da Mil Caramiolas não é só para ouvir, é para brincar também!” – Ela reforça. “Será um programa cultural divertido, diferente e gratuito para adultos e crianças.”, conta a escritora, que já lançou o livro na maior livraria da América Latina,  a Livraria cultura da Avenida Paulista, em Agosto, e seguirá para o Rio de Janeiro logo após a capital baiana.

Outra novidade é que o livro A Menina da Voz Amarela também foi escolhido pelo maior Clube de Leitura infantil do país, o Leiturinha, para ser distribuído para mais de 2000 crianças por todo o Brasil. “Quando nasce um livro, nasce um pequeno leitor. Essa é a nossa alegria.” – diz Lulu.

GESTÃO CULTURAL: ESPECIALIZAÇÃO COM INSCRIÇÕES ABERTAS

IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA

As inscrições para o Curso de Especialização em Gestão Cultural vão de 19 a 26 de setembro no Campus da Universidade Estadual de Santa Cruz


A Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC - abre inscrições para a segunda turma de Especialização em Gestão Cultural. Podem se profissionais que estejam em exercício no campo da cultura, a exemplo de agentes e gestores culturais, artistas, educadores sociais com ações relacionadas à cultura, empresários e investidores na área cultural, gerentes ou diretores de cultura, servidores de secretarias de cultura ou fundações culturais, organizadores de eventos culturais, pesquisadores na área cultural, produtores culturais, profissionais do marketing cultural e outros segmentos afins. 

São 40 (quarenta) vagas e os candidatos podem se inscrever no período de  19 a 23 de setembro de 2016 (Segunda a Sexta) e de 26 a 30 de setembro de 2016 (segunda a sexta); no  horário das 8h00 às 16h00, no protocolo geral da UESC – Térreo do Pavilhão Adonias Filho, Campus Prof. Soane Nazaré de Andrade, UESC.

No ato da inscrição são exigidos:

a) Formulário de inscrição preenchido (Anexo I);

b) Curriculum vitae (comprovado documentalmente);

c) Duas fotos tipo 3 X 4, recentes;

d) Cópia simples da Carteira de Identidade, CPF, Título de Eleitor e comprovação de adimplência para com a Justiça Eleitoral (declaração ou comprovante de votação na última eleição);

e) Cópia simples da certidão de nascimento (para solteiros) ou certidão de casamento (caso os títulos e documentos estejam com o nome de solteiro e o portador tenha mudado de nome em função do casamento);

f) Cópia autenticada do diploma de nível superior (reconhecido) ou certidão ou declaração de conclusão do curso de graduação. Nos dois últimos casos, o (a) candidato (a), se aprovado (a), deverá apresentar cópia autenticada do diploma no prazo máximo de 12 meses, contatos a partir da data da matrícula, sob pena de desligamento do curso. No caso de concluintes do curso superior, a certidão de conclusão/declaração poderá ser acrescentada ao processo de inscrição, até dois dias antes da data prevista para a publicação da homologação das inscrições. Caso a declaração de conclusão não seja apresentada nesse prazo (via Protocolo Geral da UESC), a referida inscrição não será homologada;

g) Cópia autenticada do histórico escolar referente do curso de graduação;

h) Documento comprobatório de atuação no campo da cultura, emitido por entidade pública ou privada, associações artístico-culturais, fóruns culturais, entidades relacionadas à gestão ou produção cultural, empresa de organização de eventos etc. ou, ainda, no caso de artistas ou produtores autônomos/independentes, documento relacionado a exposições/exibiçõesartísticas, vernissages, shows, espetáculos, organização de feiras, festivais, concertos, mostras de arte e similares;


i) Carta de apresentação pessoal (justificativa) endereçada à Coordenação, acerca dos motivos pelos quais o (a) candidato (a) deseja ingressar no curso (anexo II).

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

EXPOSIÇÃO TECNOLÓGICA A SERVIÇO DA MEMÓRIA NA 10ª PRIMAVERA DOS MUSEUS EM ILHÉUS



A exposição “Tecnologia a serviço da Memória”, composta por equipamentos antigos de registro da escrita, da imagem e do som, estará aberta ao público durante os dias 18 a 25 de setembro de 2016, no Memorial Misael Tavares em Ilhéus.

O acervo é formado por câmeras fotográficas, filmadoras, projetores, materiais sensíveis, mídias, máquinas de escrever, gravador de som entre outros. Artefatos que são utilizados nos registros e nas reproduções das memórias coletivas e individuais.
Entre os objetos em destaque está o Cinekon Instduo S80 projetor de Filme Super 8, datado da década de 1970 fabricado no Japão por Bell Ko-On. Parte dos objetos que compõem o acervo foram juntados a partir de doações. Outra parte são equipamentos que já foram usados no Núcleo de Produções Artísticas e máquinas do acervo pessoal de Emiron Gouveia.
A coleção pode ser vista durante a programação da 10ª Primavera dos Museus entre os dias 18 a 25 de setembro de 2016, no salão Misael Tavares no Ilhéus Hotel situado a rua Eustáquio Bastos 144 - Centro, Ilhéus-BA de domingo a sábado das 8h30 às 20h.

A exposição tem entrada franca. É uma realização do Núcleo de Produções Artísticas e do Memorial Misael Tavares com o apoio cultural do Ilhéus Hotel, da Rede de Museus e Pontos de Memórias do Litoral Sul e do Fórum de Agentes Empreendedores e Gestores Culturais do Território Litoral Sul.

Serviço: 

O que: Exposição Tecnologia a serviço da memória
Quando: 18 a 25 de setembro de 2016
Onde: Memorial Misael Tavares, situado a Rua Eustáquio Bastos, 144. Ilhéus Hotel. Centro, Ilhéus, Bahia.
Horário da visitação: das 8h30 às 20h
Quanto: Gratuito
Informações e agendamento de escolas e grupos para visitação: 73 988183231ou 73 31841696

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

AS DOCES AMARGAS MEMÓRIAS DE PEDRO E ALICE SERÁ LANÇADO HOJE


Hoje, a partir das 17 horas, o escritor e produtor cultural Pawlo Cidade lança seu 15º livro. A trama, como ele mesmo afirma “é mais uma daquelas manjadas histórias de amor que já aconteceu comigo, com você e com todo mundo. E como toda história de amor, um terceiro personagem entra na história: o ciúme.” Para Gustavo Felicíssimo, editor, As Doces Amargas Memórias de Pedro e Alice “é uma história que salta da dramaturgia para o romance, mas que pela sua estrutura logo logo estará também nos palcos do país.” E acrescenta: “Este livro de Pawlo Cidade me fez lembrar minha adolescência, conturbada como todas elas são, repletas de questionamentos e grilos, relata um momento de passagem, que é em verdade um rito que se antecipa à vida adulta. Como Alice, também me apaixonei por uma mulher mais velha, coincidentemente a minha professora, uma paixão, claro, não correspondida. Mas a personagem parece ter tido, pelo menos na ficção, melhor sorte que eu, em uma trama que mais parece ter sido escrita para o cinema. ”

O escritor Jorge Amado dizia que as suas histórias nasciam de experiências que ele também viveu e Pawlo Cidade confessa que “gosta de contar experiências, de misturar fantasia e realidade. Gosta de gostar de escrever, de amar, de ouvir”. Cidade é pedagogo, especialista em Meio Ambiente, dramaturgo, gestor cultural e ilheense “por dádiva do divinal” e um contador de histórias que acredita na vida, nas pessoas e no que elas têm de melhor: o amor! “É por isso que continuo escrevendo, é por isso que continuo acreditando. ”

Pawlo Cidade é autor de “Berlinda”, “O Tesouro Perdido das Terras do Sem Fim”, “O Santo de Mármore”, “A Casa de Santinha”, “Mistério na Lama Negra”, “Até Mais Verde”, entre outros.

A sessão de autógrafos acontece hoje, às 17 horas, na sede da Livraria Papirus, na Rua Dom Pedro II, 54, Shopping It´art, centro, Ilhéus.

SERVIÇO:

O QUÊ? Lançamento do livro “As doces amargas memórias de Pedro e Alice”
QUANDO? 14 de setembro de 2014
ONDE? Livraria Papirus, Rua Dom Pedro II, 54, Centro, Ilhéus, Bahia.
HORÁRIO? 17h00.
QUANTO? R$ 25,00.


segunda-feira, 12 de setembro de 2016

REUNIÃO DO FAEGSUL PREVISTA PARA 22 DE SETEMBRO


Os Agentes, Empreendedores (as), Gestores(as) e Trabalhadores (as) da área de Arte e Cultura do Território Litoral Sul da Bahia tem reunião marcada para o dia 22 de Setembro no, Ilhéus Hotel situado à Rua Eustáquio Bastos 144 - Centro, Ilhéus-BA às 09:30 horas. O encontro está na programação da 10ª Primavera dos Museus que acontece em Ilhéus entre os dias 19 a 25 de Setembro de 2016 com o tema: Museus, Memórias e Economia da Cultura. Sob essa perspectiva a pauta desta reunião traz:
  • Conversa com Victor Aziz
  • Tema: Breve histórico FAEG –Sul
  • Intervenção artística com Janete Lainha Mulheres em Flores
  • Conversa com Pawlo Cidade
  • Tema: Cultura: um bom negócio
  • Conversa com Prof. Dr. André Rosa
  • Tema: Museus, Memórias e Economia da Cultura no Território Litoral Sul


O Fórum de Agentes Empreendedores Gestores Culturais do Território Litoral Sul é um espaço público para discussão afirmativa das políticas públicas de Cultura. Aberto a todos os atores culturais do Território, tem no seu cerne um conjunto de instituições culturais públicas e privadas, produtores e grupos culturais independentes voltados às questões específicas de interesse do Setor.
O FAEG-SUL atua a 07 anos com o apoio institucional da Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC através da Pró Reitoria de Extensão - PROEX; Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia - AMURC; Pontos de Culturas: Associação Culto Afro Itabunense - ACAI, Libélula Tribo das Meninas, Filarmônica 2 de Janeiro, Sociedade Filarmônica Capitania dos Ilhéos, Literatura de Cordel para Todos; Ilhéus Hotel; Associação Comunidade Tia Marita; Núcleo de Produções Artísticas - NúProArt; Associação Filtro dos Sonhos; Câmara Temática de Cultura do Território Litoral Sul; Centro de Cultura Adonias Filho; Associação Cultural Amigos do Teatro e Rede de Museus e Pontos de Memórias do Litoral Sul.

SERVIÇO: 

O QUE: Reunião FAEG – Sul
QUANDO: 22 de Setembro de 2016 (Quinta-feira)
ONDE: Ilhéus Hotel, Rua Eustáquio Bastos 144 - Centro, Ilhéus-BA
HORÁRIO: 09h30.
Informações: 73 91228154/ 73 991993398 / Email: faegsulba@gmail.com