quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

VALEU, CULTURA!


Mais um ano se foi! Trabalhamos para fortalecer a Cultura de nossa região. Em 2012, a luta continua, companheiro! Novos projetos virão, entre eles, a tão aguardada montagem de "Capitães do Morro", com patrocínio do Fundo de Cultura do Estado da Bahia. Iremos lançar novos livros, apoiar novos empreendimentos e fomentar a criação dos Planos e dos Sistemas Municipais de Cultura em todo o Litoral Sul.

Estivemos à frente do Fórum de Agentes, Gestores e Empreendedores do Litoral Sul - FAEGSUL, participamos da reformulação do Conselho Municipal de Cultura, ajudamos a regulamentar o Fundo Municipal de Cultura e participamos da II Conferência Municipal de Cultura de Ilhéus e da IV Conferência Estadual de Cultura em Vitória da Conquista. Organizamos, junto à Fundaci, o Programa Usinas Culturais, previsto para funcionar em julho de 2012; prestamos consultoria em vários projetos culturais e ainda tivemos fôlego para montar espetáculos especiais como "Brasilino", para a Penalty e "Presépio Vivo", em sua 12ª edição no Hotel Transamérica, na Ilha de Comandatuba; e coordenar pedagogicamente sete edições do Projeto Forteatro-Sul, nas cidades de Ilhéus, Una, Buerarema, Arataca, Jussari, Itapé e Camacan.

Graças a Deus, a qualidade e o profissionalismo, foram marcas registradas em nossos trabalhos. Obrigado, parceiros, amigos, colaboradores. Boas festas e feliz ano novo!!!

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

TEM LANÇAMENTO NO AR

Aprovados na 2ª fase do edital Agentes de Leitura


A Fundação Pedro Calmon/SecultBA divulgou a lista de aprovados na segunda fase do processo seletivo para formação de Agentes de Leitura. O Edital selecionará 572 jovens, com idade entre 18 e 29 anos para atuarem na democratização do acesso ao livro, por meio de visitas domiciliares, empréstimos de livros, rodas de leitura, contação de histórias, criação de clubes de leitura e saraus literários abertos para as comunidades. A ação integra o Programa Mais Cultura, do Ministério da Cultura – MinC.

Os candidatos classificados na segunda fase, de acordo com a pontuação estabelecida no Edital, deverão aguardar convocação para a terceira fase, que envolverá entrevistas e análise de currículo. Em breve será divulgado o calendário com as datas de realização das entrevistas que acontecerão em Salvador e mais 48 municípios baianos contemplados pelo projeto.

A lista completa com os classificados para a terceira fase encontra-se no site da Fundação Pedro Calmon.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

OFICIALIZADA A REDE ESTADUAL DE FORMAÇÃO E QUALIFICAÇÃO EM CULTURA

Secretário de Cultura Albino Rubim/Foto A Tarde
Foi oficializada a criação da Rede Estadual de Formação e Qualificação em Cultura, com a implantação oficial do seu Conselho, formado por representantes da Secretaria Estadual de Cultura, de 12 universidades, quatro organizações do Sistema S (Senac, Sebrae, Sesi e Sesc), 13 organizações da sociedade civil, dois representantes do Ministério da Cultura e quatro representantes de outras secretarias e órgãos do Estado da Bahia (Secretaria de Educação, Trabalho, Emprego e Renda e Casa Civil), somando ao todo 48 integrantes. Na reunião, foi apresentado ainda um programa preliminar para a Rede, com base nas propostas encaminhadas pelos setores da SECULT.

De acordo com o secretário de Cultura do Estado da Bahia, Albino Rubim, um dos objetivos desta rede é formar e qualificar pessoal em cultura. Para tanto, a Rede Estadual contribuiria com a realização de trabalhos colaborativos, como a formulação de políticas para formação e qualificação em cultura, realização de seminários, cursos, estudos e pesquisas sobre temas culturais e com o estimulo à implantação de cursos técnicos, especializações, cursos de extensão, de graduação e pós-graduação em cultura. Além disso, fazem parte da proposta da Rede o lançamento de editais que envolvam a formação e qualificação.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Abertas inscrições do edital de Apoio a Microprojetos Culturais


As inscrições para o edital de Apoio a Microprojetos Culturais estão abertas a pessoas físicas e jurídicas (sem fins lucrativos) que desenvolvam projetos de Artes Visuais, Artes Cênicas, Música, Literatura, Audiovisual, Artes e Expressões Populares e Moda. Serão contemplados 1.050 projetos no valor de R$ 15 mil, em um total de R$ 15.750.000,00 em prêmios. As inscrições são gratuitas.

Entre as principais metas do edital está o apoio a projetos artísticos e culturais de baixo orçamento, fixando a mão de obra local; a sustentabilidade econômica das populações, através de produtos culturais; e a descentralização da política de fomento para a produção artística e sociocultural e o estímulo à cidadania cultural.
O edital beneficia diretamente os jovens da região da Bacia do São Francisco nos Estados de Goiás, Pernambuco, Bahia, Alagoas, Minas Gerais, Sergipe e Distrito Federal.


terça-feira, 20 de dezembro de 2011

HOJE TEM ENCERRAMENTO DA OFICINA DE TEATRO


A turma da Oficina de Capacitação em Teatro encerra hoje, às 19h00, suas atividades no Teatro Municipal de Ilhéus. Cerca de 14 alunos (Cláudia, Roberto, Carla, Ricardo, Rosildo, Laiane, Regiane, Vanessa, Léia, Sílvia, Indira, Itaciara e André) encenam parte do espetáculo "Ilustríssimos Senhores", dos pernambucanos Lúcio Lombardi e Jairo Lima. 

"O espetáculo é leve, funciona como prova de encerramento de curso e permite a participação de todos", diz Pawlo Cidade, coordenador e professor da Oficina. Foram cerca de 100 horas de atividades, desde março deste ano. A oficina é uma produção da Secretaria Municipal de Educação e da Fundação Cultural de Ilhéus. A entrada é gratuita.

A matrícula para novas turmas terá início em fevereiro de 2012. 

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Prêmio Barco a Vapor de Literatura Infantil recebe incrições

Estão abertas, até 16 de janeiro de 2012, as inscrições para o 8º Prêmio Barco a Vapor de Literatura Infantil e Juvenil, promovido pela Fundação SM.

A premiação é dedica a textos inéditos e as histórias concorrem pela publicação na coleção Barco a Vapor, de Edições SM, e a R$ 30 mil em adiantamento dos direitos autorais.
Para concorrer, os trabalhos devem estar inseridos em alguma das séries relacionadas a seguir, com o número de laudas específico: Série Branca, leitor iniciante (a partir de 6 anos), entre 8 e 15 laudas. Série Azul, leitor em processo (a partir de 8 anos), entre 16 e 45 laudas. Série Laranja, leitor fluente (a partir de 10 anos), entre 45 e 90 laudas. Série Vermelha, leitor crítico (a partir de 12 anos), entre 70 e 150 laudas, tendo a lauda aproximadamente 1200 toques.

Confira aqui o regulamento completo.

*Com informações do Publishnews

sábado, 17 de dezembro de 2011

Bernardo Machado falar sobre os benefícios do Conselho de Cultura

BBernardo Machado, a direita
·  
    Neste momento, ocorre na sede do Conselho Estadual de Cultura,em Salvador, o Curso "Políticas Culturais, Democracia e Conselhos de Cultura. Bernardo Machado, pesquisador e representante do MinC fala sobre as Políticas Públicas no Brasil e os Conselhos de Cultura. Vale descatar os benefícios enumerados por ele sobre a criação dos Conselhos de Cultura:

  •      Conselhos como espaço de explicitação, negociação e resolução de conflitos
  •       Como espaço de aperfeiçoamento e de maior eficácia das políticas públicas
  •       Como espaço de ampliação da transparência dos atos do governo
  •       Como espaço de ampliação da legitimidade das decisões governamentais

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

PRÊMIO AGENTE JOVEM DE CULTURA


O Ministério da Cultura publicou nesta quarta-feira, 14, no Diário Oficial da União (DOU), o edital Prêmio Agente Jovem de Cultura: Diálogos e Ações Interculturais. Por meio da Secretaria de Cidadania Cultural, o MinC vai premiar 500 iniciativas de jovens entre 15 e 29 anos. As inscrições para a premiação estarão abertas de 15 de dezembro de 2011 a 31 de janeiro de 2012.

O edital é uma parceria entre o MinC – que investirá R$ 2,9 milhões – e os ministérios da Saúde (R$ 1 milhão) e do Desenvolvimento Agrário (R$ 600 mil), além da Secretaria-Geral da Presidência da República/Secretaria Nacional de Juventude (R$ 500 mil). 

Podem concorrer ao prêmio iniciativas existentes e já concluídas nas áreas de comunicação, tecnologia, pesquisa, formação cultural, produção artística, intercâmbio e sustentabilidade. Cada selecionado irá receber premiação no valor de R$ 9 mil. Os premiados poderão se inscrever de acordo com a faixa etária: serão 200 bolsas para jovens entre 25 e 29 anos, número igual para aqueles que têm entre 18 e 24 anos e outras 100 para os jovens de 15 a 17 anos. As inscrições poderão ser feitas pela internet, por meio do SalicWeb, ou pelos Correios. 

O edital terá duas fases: habilitação das propostas (análise documental eliminatória) e seleção (eliminatória e classificatória). Os projetos serão avaliados a partir dos seguintes critérios: criatividade, inovação e boas práticas; impacto social da iniciativa; comprovação da qualidade e efetividade das estratégias de comunicação e de estratégias que promovam o empoderamento para o autocuidado; sustentabilidade valorização da cidadania e da diversidade cultural brasileira.

Para a secretária de Cidadania Cultural do MinC, Márcia Rollemberg, é importante identificar e valorizar o que vem sendo feito por jovens que trabalham com a cultura no Brasil. “Esse prêmio é o primeiro passo de um processo de ação mais ampla e permanente, que vai envolver trabalhos de fortalecimento da formação do agente jovem de cultura, incluindo bolsas de formação, com uma parceria, também, do Ministério da Educação (MEC)”, diz a secretária.

Clique aqui e acesse todas as informações sobre o edital.

Leia mais:

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

JOGOS ELETRÔNICOS NA LEI ROUANET


Foi validada a Portaria nº 116, que inclui jogos eletrônicos na Lei nº 8.313 (Lei Rouanet). Quem gosta de games agora espera que haja um considerável aumento nos recursos obtidos para a produção de games nacionais.

Segundo Gustavo Assumpção, do site especializado em games Nintendo Blast, essa era uma reinvindicação antiga de quem trabalha com games no Brasil. “O mais interessante dessa decisão é o fato de que esse reconhecimento vai além das cifras ou dos investimentos. Ele também mostra que o governo brasileiro já entende os videogames como um elemento integrante da cultura, o que carrega um grande valor simbólico. A partir do próximo ano, quando finalmente os produtores nacionais vão poder concorrer nos editais que liberam recursos, é bem possível que se abra um novo horizonte para o crescimento da produção nacional. Vamos torcer”, escreveu.

Apesar da portaria que inclui os jogos na lei já ser válida, só a partir de 2012 que serão publicadas as portarias que permitirão a captação de verba para jogos eletrônicos.

*Com informações do UOL Jogos, do Olhar Digital e do Nintendo Blast

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

INSCRIÇÕES PARA PROJETOS QUE SEJAM PATROCINADOS PELO BNB/BNDES ENCERRAM NESTA SEXTA-FEIRA


O Programa Banco do Nordeste de Cultura foi criado pelo Banco do Nordeste em 2005, com o objetivo de democratizar o acesso aos recursos destinados ao patrocínio de ações culturais, desenvolvidas em benefício da Região Nordeste, norte de Minas Gerais e norte do Espírito Santo. Durante suas sete edições foram patrocinados 1.371 projetos, beneficiando diretamente 350 municípios.

O Programa foi estruturado tendo como base quatro princípios básicos: o interesse da região; acesso democrático a todos que fazem parte da cadeia produtiva da cultura, com igualdade de possibilidades; transparência do processo de seleção, oferecendo a todos as informações sobre os critérios de seleção e da metodologia de análise; e finalmente, acompanhamento que permita o cumprimento dos objetivos de cada ação e do programa como um todo. Foram essas características, bem como os resultados obtidos, que promoveram a aproximação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), hoje copatrocinador do Programa.

Consolidando essa parceria, o BANCO DO NORDESTE e o BNDES lançam o Edital do PROGRAMA BANCO DO NORDESTE DE CULTURA/ PARCERIA BNDES – Edição 2012, patrocinando conjuntamente e com recursos próprios, projetos nas áreas de música, literatura, artes cênicas, dança, artes visuais, audiovisual, patrimônio e artes integradas, alocando o valor de R$ 8.000.000,00 (oito milhões de reais).


segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

ANA MARIA MACHADO É A NOVA PRESIDENTE DA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS

A escritora Ana Maria Machado foi eleita presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL) em cerimônia realizada quinta-feira (8/12). Ana Maria irá suceder o acadêmico Marcos Vinicios Vilaça e será a segunda mulher a ocupar o cargo desde a criação da ABL. A primeira e última foi Nélida Piñon, em 1997. A presidente eleita toma posse no dia 16 de dezembro.

Ana Maria Machado ocupa, desde 2003, a Cadeira número 1 da ABL. Nascida no Rio de Janeiro, em 1941, é escritora desde 1969, tendo publicado nove romances, além de livros de ensaios. Também é conhecida pela vasta obra dedicada ao público infanto-juvenil. Como jornalista, atuou em veículos como “O Globo”, “Correio da Manhã”, “Jornal do Brasil”, “Realidade”, “IstoÉ”, “Veja” e “Pasquim”.

Ela foi escolhida presidente por unanimidade. De acordo com a assessoria, o sistema é o mesmo todos os anos: os acadêmicos propõem, consensualmente, uma chapa única – como o voto é secreto, porém, há edições em que o resultado do pleito não é unânime.

Em nota oficial, a escritora disse que a nova diretoria dará “continuidade à linha de atividades voltadas para a promoção dos melhores valores da cultura nacional e da língua portuguesa. A dinâmica da Casa será a mesma iniciada pelas gestões anteriores. Independentemente disso, dirigiremos nossa ênfase para duas celebrações em particular: o centenário de morte do Barão do Rio Branco, e a celebração do centenário de nascimento de Jorge Amado”.

Os demais eleitos para compor a diretoria da ABL em 2012 foram Geraldo Holanda Cavalcanti (secretário-geral), Domício Proença Filho (primeiro-secretário), Marco Lucchesi (segundo-secretário) e Evanildo Cavalcante Bechara (tesoureiro).

*Com informações do G1 e da Veja Online

RECEBEMOS O CONVITE ABAIXO. QUEM PUDER COMPARECER...

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

MinC e MEC firmam acordo que prevê ações de políticas culturais para escolas públicas


A partir de fevereiro de 2012, terão início as ações de políticas de Cultura para a Educação Básica, conforme estabelece o acordo de cooperação técnica assinado no final da manhã desta quinta-feira, 8, em Brasília, entre os ministros da Cultura, Ana de Hollanda, e da Educação, Fernando Haddad. Na primeira etapa dos trabalhos, estão previstos recursos da ordem de R$ 80 milhões, com os quais serão desenvolvidas seis ações entre as duas pastas, beneficiando cerca de 1 milhão de alunos da rede pública de todo o país.

A intenção é que, até 2014, sejam atendidos cinco milhões de estudantes, tornando o ambiente escolar um espaço também de produção e circulação da cultura brasileira, com respeito à diversidade. Todo o trabalho possibilitará a formulação de uma Política Nacional de Cultura direcionada à Educação. As ações envolvem projetos como Pontos de Cultura, museus, bibliotecas, Livro e Leitura, cinema e outras práticas.

A solenidade contou com a presença de dirigentes do MinC e do MEC, e o público lotou o auditório Guimarães Rosa, no edifício-sede do Ministério da Cultura, onde foi realizada. A introdução dos trabalhos ficou por conta da diretora de Educação e Comunicação da Secretaria de Políticas Culturais do MinC, Juana Nunes, que fez a apresentação do conteúdo do acordo de cooperação. Juana fez questão de agradecer pessoalmente o empenho político da ministra Ana, o qual, segundo ela,  “foi imprescindível para que o acordo fosse viabilizado”.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Até o dia 25 de dezembro votação on-line para Prêmio Festejos da Bahia


Está aberta até o dia 25 de dezembro (2011) a votação, via o site, do Prêmio Festejos da Bahia 2011, projeto que valoriza iniciativas dos poderes públicos municipais, estadual e federal, empresários e grupos artísticos e culturais que trabalhem com a temática de festas populares. Neste ano (2011) foram escolhidas as festas juninas e comemorações correlatas realizadas na Bahia.

A iniciativa tem apoio do Fazcultura, programa de isenção fiscal do Governo da Bahia, via Secretaria de Cultura (Secult), com patrocínio da Ambev. O projeto se agrega, ainda, às promoções do governo, por meio da Secretaria do Turismo (Setur), para tornar o São João um dos principais atrativos do turismo cultural nacional e internacional na Bahia, durante o período do mês de junho. Criado em 1996, o Fazcultura permite que pessoas jurídicas financiem a atividade cultural, mediante abatimento de 5% a 10% do ICMS a recolher de impostos de empresas patrocinadoras no limite de até 80% do valor total do projeto cultural.

De acordo com o produtor cultural e criador do Prêmio Festejos da Bahia contemplado pelo Fazcultura, André Reis, o projeto tem 40 categorias de premiação com candidatos julgados por comissão de especialistas das áreas musical e da cultura nordestina. Neste ano, o destaque foi a ‘música nordestina’.

HOJE TEM REUNIÃO NO FAEGSUL

Membros do Fórum na IV Conferência Estadual de Cultura, em Conquista

Agentes, gestores, empreendedores culturais do Litoral Sul se reúnem hoje para deliberar sobre o Planejamento de 2012. No encontro está também em pauta a avaliação da Conferência Estadual e a eleição do novo presidente do Fórum de Dirigentes Culturais do Litoral Sul que fará uma breve saudação sobre seus planos à frente da Adimcba.

A professora Adélia Pinheiro, atual Reitora da UESC, irá saudar os faeguezeiros em sua última reunião do ano. Depois disso, haverá um recesso e as atividades só terão início em Março de 2012.

Este ano, o FAEGSUL esteve reunido nas cidades de Floresta Azul, Itabuna e Ilhéus. E extraordinariamente nas cidades de Buerarema, Arataca e Camacan, durante o Projeto Forteatro-Sul.

O quê? REUNIÃO DO FAEGSUL
Quando? Hoje, 08 de dezembro de 2011, Quinta-feira
Onde? 5º andar, auditório da Torre, UESC.
Que horas? 9h30 às 11h00.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

QUAIS SÃO OS CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO DE PROJETOS NO BNDES? VEJA AS DICAS (QUE TAMBÉM ESTÃO NO SITE DO BANCO)


Os projetos só recebem patrocínio se estiverem alinhados à missão do Banco e demonstrar capacidade de:

Valorizar a marca do BNDES;
Divulgar sua atuação, produtos e serviços; ou
Contribuir para o relacionamento do BNDES com seus públicos de interesse.

São critérios de avaliação dos projetos:

  • Adequação da proposta às linhas de atuação e política de patrocínios do Banco;
  • Potencial de comunicação do projeto;
  • Contribuição para o desenvolvimento econômico e social do país;
  • Viabilidade de execução (de acordo com a distribuição das ações ao longo do ano e orçamento disponível); e
  • Local de realização do evento e plano de distribuição da publicação.
O edital do BNDES lembra muito aquela máxima: "Se Maomé não vai à montanha. A montanha vai até Maomé". 



BNDES ESTÁ COM INSCRIÇÕES ABERTAS PARA PROJETOS EM 2012


O BNDES patrocina a edição de publicações e a realização de eventos de duração predeterminada : festivais, congressos, feiras e seminários.

Vale salientar que os recursos são destinados a projetos técnicos e culturais que se enquadrarem nas categorias: inovação, meio ambiente, desenvolvimento regional, desenvolvimento econômico e social, atuação internacional e infraestrutura.

Projetos relacionados à cultura brasileira, preferencialmente nos seguintes segmentos: Cinema, Música, Literatura/Publicações e Dança. O BNDES também financia projetos de produção de conteúdo nacional para documentários, dramaturgia (minisséries, novelas e filmes para TV) e educativos. Esse programa de financiamento é chamado de PROTVD Conteúdo.

O patrocínio do BNDES é destinado somente para pessoas jurídicas regularmente constituídas que detenham – isolada ou conjuntamente – a responsabilidade pela iniciativa (evento ou publicação). Há períodos específicos de inscrição para pedidos de patrocínio. E eles podem ser feitos de forma eletrônica, preenchendo o formulário e depois impressos com todos os anexos necessários à contratação.

O Banco também se reserva no direito de apoiar outros projetos de interesse da instituição, quando identificados como ações de oportunidade ou de continuidade.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

MAURÍCIO CORSO É ELEITO PRESIDENTE DA ADIMCBA E ÚLTIMA REUNIÃO DO FAEG SERÁ NESTA QUINTA-FEIRA

Maurício Corso, primeiro à direita

O Fórum de Agentes, Empreendedores e Gestores Culturais do Litoral Sul - FAEGSUL se reunirá nesta quinta-feira, dia 08/12, às 9h30. Vários membros do Fórum estiveram presentes na IV Conferência Estadual de Cultura onde ajudaram a eleger 76 propostas, entre elas: investimento na capacitação dos agentes culturais, na criação de editais territoriais permanentes e na revisão de mecanismos de gestão que facilitem o diálogo orçamentário entre município e estado.

Ainda constou a demanda pela desburocratização dos editais de cultura, partindo da simplificação dos formulários e um adendo na Lei Orgânica de Cultura, regulamentando o orçamento para o setor. A reivindicação é que 1,5% da arrecadação do Estado seja direcionado para a pasta da Cultura. A descentralização da gestão cultural também foi pautada e aprovada.

Para alegria do Litoral Sul, Maurício Corso, presidente da Fundação Cultural de Ilhéus, é agora o Presidente do Fórum de Dirigentes Culturais do Estado da Bahia.

A pauta da reunião do FAEGSUL:
- Relatório da Conferência Estadual
- Planejamento 2012
- Nova reitoria na UESC
- Presidência da Adimcba (Fórum de Dirigentes)

A participação de todos é muito importante. 

domingo, 4 de dezembro de 2011

CONSELHO NACIONAL DE CINECLUBES reivindica continuidade e ampliação da Ação Cine+Cultura

A Diretoria do Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros (CNC) encaminhou uma carta aberta à ministra Ana de Hollanda e à Secretária do Audiovisual, Ana Paula Santana, solicitando a imediata retomada, continuidade, ampliação e fortalecimento da Ação Cine+Cultura. A entidade lançou ainda uma Petição Pública, solicitando o apoio de cineclubistas, cineclubes, realizadores, produtores e interessados, para potencializar a reivindicação.

No primeiro semestre deste ano, em reunião do Comitê Consultivo da SAv, ministra e secretária assumiram compromisso público de que seria dada continuidade ao programa de Ação Cine+Cultura, compromisso renovado durante todo o ano em várias reuniões da SAv com o CNC, mas até agora nada aconteceu, segundo João Baptista Pimentel Neto, presidente do Congresso Brasileiro de Cinema (CBC), e recente notícia veiculada pelo MinC, na qual são listadas as prioridades para 2012, não contempla nenhuma ação ou programa voltado para a área do audiovisual.

Clique aqui para assinar a petição.

Fonte: Cultura e Mercado

sábado, 3 de dezembro de 2011

ÚLTIMO DIA DA CONFERÊNCIA ESTADUAL APROVOU PROPOSTAS IMPORTANTES


“Para construir uma cultura democrática, criativa e solidária é preciso que sociedade civil e poder público exerçam a diversidade e a pluralidade no cotidiano de suas ações”. Foi o que declarou o secretário de Cultura, Albino Rubim, hoje, no encerramento da IV Conferência Estadual de Cultura, realizada em Vitória da Conquista. O encontro contou com mais de mil participantes e 158 delegados, que representaram 153 municípios pertencentes aos 26 Territórios de Identidade da Bahia. Das propostas construídas ao longo das etapas municipais, territoriais e setoriais, 76 eleitas como prioridades para a cultura da Bahia.

Rubim destacou a qualidade dos debates ocorridos durante todas as etapas da conferência, baseados em defesa de ideias e construção coletiva. “Agradecemos a todos os que fizeram esse processo democrático acontecer. Queremos que vocês enviem críticas, sugestões para que possamos fazer uma avaliação qualificada do processo e garantir que as próximas conferências sejam espaços onde todos se sintam realizados”, destacou Rubim, que destacou também a necessidade de garantir um tempo maior para os debates.

Colocando em prática a solicitação, uma comissão composta por participantes do evento elaborou e entregou ao secretário de Cultura um documento com uma série de sugestões para as próximas conferências. Segundo Raiane Lopes, delegada do Território do Sisal, “a conferência é um momento muito importante, porque é quando se dá o processo de empoderamento da sociedade civil”.


sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Comunicado – FAZCULTURA

A Secretaria Estadual de Cultura da Bahia informa que as inscrições de projetos culturais no Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural – FAZCULTURA serão suspensas de 20 de dezembro de 2011 a 01 de março de 2012. Durante a suspensão das inscrições serão concluidos a análise dos projetos inscritos, alinhamento dos procedimentos do Fazcultura e do Fundo de Cultura e preparação de sistema de inscrições on-line. As inscrições serão retomadas a partir de março de 2012.

Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural – FAZCULTURA
RESOLUÇÃO nº 419/2011
Dispõe sobre a suspensão das inscrições de projetos no Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural – FAZCULTURA no ano de 2011.

A Comissão Gerenciadora do Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural – FAZCULTURA, no uso de suas atribuições;
- considerando o quantitativo de projetos inscritos no programa até a presente data e o tempo necessário para execução dos procedimentos exigidos para análise, emissão de pareceres e homologação;
- considerando a necessidade de revisão das normas do programa, harmonizando os procedimentos do Fazcultura e do Fundo de Cultura, no que couber;
- considerando o prazo de preparação das bases de dados para a implantação do sistema de gerenciamento de fomento para permitir a inscrição on line de projetos a partir de 2012;

RESOLVE

Art. 1º Suspender as inscrições de projetos culturais no Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural – Fazcultura de 20 de dezembro de 2011 a 01 de março de 2012.
Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 3º   Revogam-se as disposições em contrário

Salvador, 29 de novembro de 2011.

Carlos Beyrodt Paiva Neto
Presidente em Exercício
Verônica Aquino Ribeiro
Gloria Claudia Bleichner Lopez
Jorge Manoel Lavigne Silva da Costa Machado
Lia de Carvalho Robatto
Marilda de Santana Silva
Pedro Augusto Silva Dias
Susane Santos Barros

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

A Bahia é incluída no Sistema Nacional de Cultura


 
Após a sanção da Lei Orgânica de Cultura, a Bahia realiza mais uma conquista: o Estado foi incluído no Sistema Nacional de Cultura, uma iniciativa do Ministério da Cultura que visa a articulação, gestão e promoção conjunta de movimentações na área cultural. A oficialização do ingresso da Bahia no Sistema ocorreu na abertura da IV Conferência Estadual de Cultura, ontem, dia 30/11, com assinatura de um termo de cooperação entre o governador Jaques Wagner (foto) e o represente do Ministério da Cultura, Roberto Peixe.

A Bahia foi o terceiro estado brasileiro a criar e sancionar uma Lei Orgânica de Cultura. “Os baianos dão um exemplo para o Brasil com a sua Lei Orgânica. Agora, integrando o SNC, poderá contribuir muito mais com outros estados através de seu modelo para a construir um projeto integrado de cultura”, disse Roberto Peixe. No estado, 67 municípios já solicitaram a adesão ao SNC.

O Sistema tem como base a participação popular e a transparência no âmbito cultural. “Esse foi um passo fundamental para a Bahia. A expectativa é de que esse novo contexto e a Lei Orgânica comecem a criar seus desdobramentos, como demandas orçamenetárias e normatizações”, disse a delegada do Ponto de Cultura de Arquitetura e Urbanismo em Salvador, Naia Alban.

O secretário de Cultura da Bahia, Albino Rubim, lembra que que a aprovação e sanção da Lei foi uma demanda da terceira conferência, que está sendo atendida na quarta edição do evento.

A adesão e participação do Estado e dos municípios resultarão, segundo Peixe, na estruturação e coordenação de políticas setoriais, como as áreas de bibliotecas, museus, fomentos às artes e promoção do patrimônio cultural material e imaterial. Ele destaca o alagarmento do controle social através do sistema, já que é a sociedade civil que define as prioridades, controla e acompanha as metas programadas da implementação do sistema.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Conexão Vivo abre edital nacional de projetos incentivados


Dando continuidade à política de formação de redes e ações transformadoras no setor musical, o Conexão Vivo abre edital para o seleção de projetos culturais a serem patrocinados em 2012 e integrados à plataforma do programa. De 22 de novembro até 16 de dezembro, pessoas físicas e jurídicas podem se inscrever por meio do portal.

Visando democratizar o acesso e distribuir os recursos por todo o país, serão financiados projetos de pequeno e médio porte. Para os projetos de pequeno porte, o orçamento total deverá ser igual ou inferior a R$ 100 mil. Os projetos de médio porte poderão ser contemplados desde que seu orçamento total se enquadre entre R$ 100 mil e R$ 800 mil, incluindo recursos incentivados e contrapartida obrigatória, quando for o caso.

Serão selecionados projetos a serem financiados por meio das Leis Estaduais de Incentivo à Cultura (LEICs) e Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet). As ações dos projetos poderão ser realizadas em todo o território nacional ou em outros países, a partir de 2012, atendidas as exigências da legislação. Cada proponente poderá inscrever até 3 (três) projetos, em inscrições separadas, em quaisquer áreas ou subáreas do Edital.

Os projetos somente serão aceitos mediante cadastramento no portal, com a criação de um perfil, preenchimento da ficha de inscrição e upload dos arquivos solicitados. Os pedidos que cumpram todos os requisitos recebem confirmação com um número de protocolo. Todo o processo é online, não exigindo envio de material físico.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

QUADRILHAS JUNINAS, ARTISTAS E FESTEJOS JUNINOS DA BAHIA DEVEM SER CADASTRADOS ATÉ 04 DE JANEIRO DE 2012

Quadrilha Explosão da Esperança/Ilhéus
De acordo com a Portaria nº. 157 de 16 de novembro de 2011, até o dia 04 de janeiro de 2012, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult) recebe os formulários de cadastramento de artistas, grupos e festejos juninos. O objetivo é criar um banco de dados que será utilizado pela secretaria no estabelecimento de uma política de fomento a estes coletivos.

Os artistas e grupos juninos interessados devem preencher o formulário, disponível no site da secretaria (www.cultura.ba.gov.br) e entregar o documento preenchido na sede do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), na Praça José de Alencar, nº. 12, Largo do Pelourinho, das 14 às 18 horas, ou enviar através serviço de postagem que conte com aviso de recebimento. Só será realizado o cadastro dos grupos ou artistas que postarem seus formulários até o dia 04 de janeiro.

ANEXOS: